28 de jul de 2011

O pouco nas mãos de Deus torna-se muito! - Mateus 14, 13-21


“Todos comeram, ficaram satisfeitos, e ainda recolheram doze
 cestos cheios de pedaços que sobraram.”
                              Mateus 14, 20



Vocês estão com fome? Eu estou! Às vezes eu fico com muita fome quando estou na igreja. Que tal se a gente fizesse um lanchinho, em vez do grupinho (catequese)? Eu trouxe o meu lanche nessa sacola. Vamos ver o que tem aqui. Humm... Temos um problema. Tudo o que tenho são cinco bolachas água e sal e 2 bananas. Eu acho que não dá para alimentar todos nós... Vamos ver. (Começa a contar as crianças.) Um, dois, três, quatro, cinco... de jeito nenhum. O que tenho não é suficiente para todos vocês.

Isso me lembra de algo que aconteceu com Jesus e seus discípulos. Um dia Jesus e seus discípulos estavam muito cansados e precisavam de algum tempo para descansar. Eles entraram numa barca e foram embora para um lugar tranquilo. Quando eles chegaram ao seu destino, havia muitas pessoas lá esperando por Jesus. A Bíblia nos diz que havia cinco mil homens sem contar as mulheres e crianças! Eles queriam ouvir Jesus e pedir que Ele curasse os enfermos. Jesus precisava descansar, mas quando ele viu o povo, amou-os tanto que até esqueceu que estava cansado. Ele curou os doentes e ensinou as pessoas sobre o reino dos céus.

Logo deu a hora de comer. Os discípulos disseram a Jesus: "Está ficando tarde e estamos com fome. Manda o povo embora, para que possamos ir buscar algo para comer."

Jesus respondeu: "Eles não precisam ir embora," Jesus disse, "vocês vão alimentá-los."

"Alimentá-los? Como podemos alimentá-los? Há um menino aqui com cinco pães e dois peixes pequenos. Essa é toda a comida que temos."

Jesus disse para os discípulos trazerem os pães e os peixes e mandou que todos sentassem na grama. Jesus tomou os pães e os peixes, olhou para o céu e deu graças. Ele então deu a comida para os discípulos distribuirem ao povo.

Se eu fosse dividir o meu lanche com vocês hoje, não haveria o suficiente para que cada um de vocês desse uma mordidinha sequer. Mas quando Jesus abençoou os pães e os peixes, a Bíblia diz que todos comeram até ficarem satisfeitos! Espere! Isso não é tudo! Depois de terem comido até ficarem satisfeitos, eles recolheram as sobras e encheram doze cestos.

Vocês podem imaginar estas cinco bolachas e duas bananas sendo suficiente para alimentar todos nós aqui e ainda ter comida sobrando? Não poderíamos fazê-lo, mas Deus pode.

O que podemos aprender com esta lição da Bíblia hoje? Aprendemos que quando damos o que temos a Deus, ele pode levar, abençoar e fazer muito mais do que podemos imaginar. Mesmo que não tenhamos muito, o pouco se torna muito quando é colocado nas mãos de Deus.

Oração: Querido Pai, como Jesus usou o pouco de um menino pequeno para alimentar mais de cinco mil pessoas, oramos para que você use os meninos e meninas aqui hoje para abençoar os outros a cada dia. Amém.


Folha de atividades: baixe aqui
Palavras cruzadas: baixe aqui



20 de jul de 2011

Deus abençoe meus amigos!!!


Pra todos vocês que visitam o blog,os que deixam comentários, o que não deixam, os do Ministério para Crianças da Renovação Carismática Católica, os Catequistas, os Católicos, os Evangélicos, enfim, todos vocês que fazem parte dessa rede virtual de amigos!
Obrigada por sua amizade!!!

Bjs

17 de jul de 2011

16 de jul de 2011

Lançamento do CD Pescadores Kids 2

É com imensa alegria que apresentamos o CD Pescadores Kids Vol 2, que assim como o Vol 1, é fruto da Comunidade Pescadores, que pertence à Igreja Católica Apostólica Romana e evangeliza desde 1994, tendo como carisma a utilização da música para o louvor e a adoração. Este projeto é coordenado por Tatiane Jardim, Licenciada em Música e pós graduada em Educação Infantil e Séries Iniciais e atualmente, Coordenadora Arquidiocesana do Ministério para as crianças da RCC em Londrina - PR.

Estamos lançando no mês de Julho/2011 no Encontro Nacional do Ministério para Crianças o CD Pescadores Kids 2.
Adquira o seu pelo e-mail: pescadoreskids@gmail.com ou pelo site: www.rccbrasil.com.br

Divulgue este projeto, vamos evangelizar nossas crianças!

Comunidade Pescadores


9 de jul de 2011

Cadastro de Catequistas no site da CNBB

A CNBB está, já há algum tempo, promovendo um cadastro de todos os catequistas do Brasil. Acredita-se que sejam em torno de 800 mil.
Só que até agora tem só 13 mil pessoas cadastradas. Muito pouco ainda, mesmo a gente considerando que muitos, muitos mesmos, aí pelo Brasil afora, nem sabem ou tem condições de acessar a Internet.
Gostaria então de pedir a vocês um gesto de mobilização: Veja em sua paróquia se todos os catequistas já se cadastraram. Ofereça-se para fazer o cadastro caso a pessoa não tenha acesso ou condições de fazê-lo. Divulgue o link.
Quem tem blog, por favor, divulgue em seu blog.

Link para fazer o cadastro:

Presentinho da Lourdes


Obrigada, querida!
Deus te abençoe!

2 de jul de 2011

Parada Gay: respeitar e ser respeitado


por D. Odilo Scherer

Eu não queria escrever sobre esse assunto; mas diante das provocações e ofensas ostensivas à comunidade católica e cristã, durante a Parada Gay deste último domingo, não posso deixar de me manifestar em defesa das pessoas que tiveram seus sentimentos e convicções religiosas, seus símbolos e convicções de fé ultrajados.

Ficamos entristecidos quando vemos usados com deboche imagens de santos, deliberadamente associados a práticas que a moral cristã desaprova e que os próprios santos desaprovariam também. Histórias romanceadas ou fantasias criadas para fazer filmes sobre santos e personalidades que honraram a fé cristã não podem servir de base para associá-los a práticas alheias ao seu testemunho de vida. São Sebastião foi um mártir dos inícios do Cristianismo; a tela produzida por um artista cerca de 15 séculos após a vida do santo, não pode ser usada para passar uma suposta identidade homossexual do corajoso mártir. Por que não falar, antes, que ele preferiu heroicamente sofrer as torturas e a morte a ultrajar o bom nome e a dignidade de cristão e filho de Deus?!“Nem santo salva do vírus da AIDS”. Pois é verdade. O que pode salvar mesmo é uma vida sexual regrada e digna. É o que a Igreja defende e convida todos a fazer. O uso desrespeitoso da imagem dos santos populares é uma ofensa aos próprios santos, que viveram dignamente; e ofende também os sentimentos religiosos do povo. Ninguém gosta de ver vilipendiados os símbolos e imagens de sua fé e seus sentimentos e convicções religiosas. Da mesma forma, também é lamentável o uso desrespeitoso da Sagrada Escritura e das palavras de Jesus – “amai-vos uns aos outros” – como se ele justificasse, aprovasse e incentivasse qualquer forma de “amor”; o “mandamento novo” foi instrumentalizado para justificar práticas contrárias ao ensinamento do próprio Jesus.A Igreja católica refuta a acusação de “homofóbica”. Investiguem-se os fatos de violência contra homossexuais, para ver se estão relacionados com grupos religiosos católicos. A Igreja Católica desaprova a violência contra quem quer que seja; não apoia, não incentiva e não justifica a violência contra homossexuais. E na história da luta contra o vírus HIV, a Igreja foi pioneira no acolhimento e tratamento de soro-positivos, sem questionar suas opções sexuais; muitos deles são homossexuais e todos são acolhidos com profundo respeito. Grande parte das estruturas de tratamento de aidéticos está ligada à Igreja. Mas ela ensina e defende que a melhor forma de prevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis é uma vida sexual regrada e digna.Quem apela para a Constituição Nacional para afirmar e defender seus direitos, não deve esquecer que a mesma Constituição garante o respeito aos direitos dos outros, aos seus símbolos e organizações religiosas. Quem luta por reconhecimento e respeito, deve aprender a respeitar. Como cristãos, respeitamos a livre manifestação de quem pensa diversamente de nós. Mas o respeito às nossas convicções de fé e moral, às organizações religiosas, símbolos e textos sagrados, é a contrapartida que se requer.A Igreja Católica tem suas convicções e fala delas abertamente, usando do direito de liberdade de pensamento e de expressão. Embora respeitando as pessoas homossexuais e procurando acolhê-las e tratá-las com respeito, compreensão e caridade, ela afirma que as práticas homossexuais vão contra a natureza; essa não errou ao moldar o ser humano como homem e mulher. Afirma ainda que a sexualidade não depende de “opção”, mas é um fato de natureza e dom de Deus, com um significado próprio, que precisa ser reconhecido, acolhido e vivido coerentemente pelo homem e pela mulher.Causa preocupação a crescente ambiguidade e confusão em relação à identidade sexual, que vai tomando conta da cultura. Antes de ser um problema moral, é um problema antropológico, que merece uma séria reflexão, em vez de um tratamento superficial e debochado, sob a pressão de organizações interessadas em impor a todos um determinado pensamento sobre a identidade do ser humano. Mais do que nunca, hoje todos concordam que o desrespeito às leis da natureza biológica dos seres introduz neles a desordem e o descontrole nos ecossistemas; produz doenças e desastres ambientais e compromete o futuro e a sustentabilidade da vida. Ora, não seria o caso de fazer semelhante raciocínio, quando se trata das leis inerentes à natureza e à identidade do ser humano? Ignorar e desrespeitar o significado profundo da condição humana não terá consequências? Será sustentável para o futuro da civilização e da humanidade?As ofensas dirigidas não só à Igreja Católica, mas a tantos outros grupos cristãos e tradições religiosas não são construtivas e não fazem bem aos próprios homossexuais, criando condições para aumentar o fosso da incompreensão e do preconceito contra eles. E não é isso que a Igreja Católica deseja para eles, pois também os ama e tem uma boa nova para eles; e são filhos muito amados pelo Pai do céu, que os chama a viver com dignidade e em paz consigo mesmos e com os outros.

Publicado em O SÃO PAULO, ed. de 28.06.2011Card. Odilo P. Scherer
Arcebispo de São Paulo 

1 de jul de 2011

ENEC 2011 - Caravana de Limeira

8º Encontro Nacional de Evangelizadores de Crianças

Ribeirão Preto/SP, nos dias 22 a 24 de julho


imagem do evento




Local: Cava do Bosque - Bairro Campos Eliseos
Cidade: Ribeirão Preto/SP
Informações:

Confirmação de inscrição e informações podem ser solicitadas pelo e-mail rcc-rp@uol.com.brou ainda pelo telefone (16) 3610-5388.
 
Caravana de Limeira:

Evento: 8º Encontro Nacional de Evangelizadores de Crianças – ENEC 2011    


Data: 22 a 24 de julho/11                


Local: Ribeirão Preto/SP

Inscrições: 1. Preecher a ficha da Caravana de Limeira
2. Depositar o valor correspondente no Banco Itaú, agência 0125, conta 97-075-7/520 em nome de Sérgio Henrique Speri
3. Anexar o comprovante de depósito à ficha

Custo: Até 11/07 = R$ 20,00 - SEM alimentação
Até 11/07 = R$ 50,00 - COM alimentação
Até 20/07 = R$30,00 – somente SEM alimentação (no local haverá barracas de alimentação)

Acomodação: A caravana de Limeira ficará em ALOJAMENTO, pois deixaremos as casas para os irmãos que vêem de outros estados, para eles é mais difícil trazer colchonete, ok?! No entanto aqueles que não quiserem ficar no alojamento poderão fazer reserva em um dos hotéis da cidade.

Transporte: Ônibus fretado
Valor = R$ 40,00 pago na hora da saída
Confirmar presença até dia 11/07 (após essa data não está garantida vaga no ônibus)
Saída – Dia 23/07 (sábado) às 6h da manhã em frente à Catedral Nossa Srª das Dores – Limeira
Chegada – Dia 24/07 (domingo) aproximadamente às 18h no mesmo local

CONFIRMAÇÕES E INFORMAÇÕES:

Ana Paula (19) 3445.2537 / 3039.4969